Também os brancos sabem dançar
Kalaf Epalanga

Ensino Médio / CÓDIGO 0277L18603130IL

As inquietações de um jovem africano que encontra na cena musical de Lisboa uma nova e vibrante cidadania. Uma viagem colorida nesta crônica do encontro entre música e palavra.

TEMAS: inquietações da juventude, cidadania, desigualdade social, diálogos com a sociologia e antropologia, preconceitos e respeito à diferença / GÊNERO Romance / PÁGINAS 288

O autor

Kalaf Epalanga nasceu em Benguela, Angola, em 1978. É membro da banda Buraka Som Sistema. Atualmente vive entre Lisboa e Berlim. Este seu primeiro romance recebeu ótima acolhida dos leitores e da crítica no Brasil e em Portugal.

Manual do Professor

O livro

Um músico e escritor angolano chega à fronteira entre Suécia e Noruega. Com sua banda, ele pretende se apresentar em Oslo. Sem um passaporte válido, vivendo num limbo entre as cidadanias angolana e portuguesa desde que escapou da guerra em seu país para tocar a vida em Lisboa, ele é detido por tentativa de imigração ilegal.
Esse é o mote do romance de Kalaf Epalanga, uma viagem colorida e repleta de memórias pessoais, musicais e literárias em torno da África, Europa e até mesmo do Brasil. Narrado com leveza e graça, Também os brancos sabem dançar é a crônica dos muitos encontros propiciados pela música e pelas palavras.

Leia um trecho do livro

Escritor, poeta, cronista e músico.

Full Squad