Chelsea Girls,

Eileen Myles

Um testemunho do caldo cultural que agitou Nova York nos anos 1970 e um relato de quem ajudou a forjar essa época

O livro

Dividido em episódios curtos, que transitam entre o humor, a confissão e o drama, CHELSEA GIRLS traça um retrato assombroso de uma vida intimamente ligada à arte. Poeta, performer, romancista e jornalista, Eileen Myles é, nas palavras da escritora Deborah Levy, “a peça perdida para qualquer um que só tenha lido escritores homens da geração beat”. Este romance é ao mesmo tempo um testemunho do caldo cultural que agitou Nova York nos anos 1970 – as festas, os bares, os festivais, a música e a poesia – e um relato de quem ajudou a forjar essa época. Uma crônica moderna de como uma jovem escritora quebrou com as correntes de uma rígida identidade cultural que jamais a definiu.

Por que publicamos

Repleto de álcool, drogas, sexo e arte, este cultuado romance é um retrato íntimo e caloroso da formação de um dos grandes nomes da poesia contemporânea americana.

A autora

Eileen Myles nasceu em 1949, nos Estados Unidos. Publicou livros de poesia, jornalismo literário e ficção. Foi bolsista Guggenheim e recebeu o prêmio Shelley da Poetry Society of America e o Lambda Literary Award na categoria ficção lésbica, e foi indicada pela Slate/Whiting Second Novel List.

GÊNERO Ficção estrangeira
TRADUÇÃO Bruna Beber
FORMATO 14x21x1,6 cm
PÁGINAS 256 PESO 0,335 kg
ISBN 978-85-88808-33-1
ANO DE LANÇAMENTO 2019

O que estão falando sobre o livro

“[Myles] combina sinceridade e beleza de uma forma completamente original.”
The Guardian

Full Squad