A nova idade das trevas,

James Bridle

A tecnologia e o fim do futuro

O livro

Conforme o mundo à nossa volta se torna mais tecnológico, nosso entendimento sobre ele parece diminuir. Essa tendência é reforçada pela crença de que seria possível compreender a nossa existência através da computação, e que o acúmulo de dados será suficiente para construir um mundo melhor. Na realidade, estamos perdidos em um mar de informação, divididos pelo fundamentalismo, pelas narrativas simplistas e por teorias conspiratórias. Neste livro, o autor analisa a história da arte, da tecnologia e dos sistemas de informação e revela as nuvens escuras que se acumulam sobre nossos sonhos digitais.

Por que publicamos

Ensaio sobre como a tecnologia pode nos conduzir a uma nova idade das trevas.

O autor

James Bridle nasceu em 1980, no Reino Unido. É escritor, jornalista e artista visual.

trecho

Trecho do livro

Este livro trata do que a tecnologia tenta nos dizer em caso de emergência. Também é um livro a respeito do que sabemos, de como sabemos e do que não temos como saber. Ao longo do último século, a aceleração tecnológica transformou nosso planeta, nossa sociedade e nós mesmos, mas não conseguiu transformar o entendimento que temos dessas coisas. Os motivos são complexos e as respostas também, no mínimo porque estamos absolutamente emaranhados em sistemas tecnológicos que, por sua vez, moldam a maneira como agimos e pensamos. Não podemos viver à parte deles; não conseguimos pensar sem eles. Nossas tecnologias são cúmplices nos m [leia mais]

GÊNERO Não ficção estrangeira
TRADUÇÃO Érico Assis
CAPA Celso Longo
FORMATO 13,5 × 20,8 × 2,0 cm
PÁGINAS 320 PESO 0,392 kg
ISBN 978-65-80309-52-8
ANO DE LANÇAMENTO 2019
doo.is