Enquanto os dentes,

Carlos Eduardo Pereira

Uma aposta na literatura.

O livro

Uma manhã chuvosa no Rio de Janeiro. Antônio, um cadeirante negro de classe média, circula pela cidade enquanto um caminhão carrega sua pequena mudança. Endividado e sem alternativa, Antônio está voltando à casa da sua infância, do pai, homem severo, que ele não vê há mais de vinte anos. Enquanto avança nessa odisseia particular, Antônio atravessa também um percurso acidentado pelos corredores de sua própria memória: o relacionamento com o pai – o “Comandante” –, os anos na Escola militar, a homossexualidade, o acidente que o tornou paraplégico. Uma das estreias mais poderosas da literatura brasileira contemporânea, o nascimento de uma voz original e contundente.

Por que publicamos

Um romance urgente sobre intolerância e marginalização por uma nova e poderosa voz da literatura brasileira.

O autor

Carlos Eduardo Pereira nasceu no Rio de Janeiro em 1973. ENQUANTO OS DENTES é seu primeiro romance.

trecho

Trecho do livro

Chovia pesado no dia do acidente, mais ou menos como agora, só que foi de manhã. Antônio pegou o carro e deu um giro pela quadra onde costumava jogar vôlei, só para conferir, porque sabia que não tinha condições de jogo num tempo feio como aquele. Rodou sozinho pelo bairro, sem rumo definido, apenas gastava a gasolina do tanque para ver no que ia dar. Cruzou de volta a rua do antigo apartamento e foi direto, contornando a rotatória que dá acesso à estrada principal, o caminho que fazia sempre, para o porto da cidade, para o galpão, todas as tardes. Antônio nunca foi muito veloz, porém para avançar pela orla em direça [leia mais]

GÊNERO Ficção
CAPA Flávia Castanheira
FORMATO 13,5 x 21 x 0,7 cm
PÁGINAS 96 PESO 0,144 kg
ISBN 978-85-93828-30-0
ANO DE LANÇAMENTO 2017

O que estão falando sobre o livro

“Não encontro autor, entre os novos escritores que descobri nesta década, com a sua sensibilidade, não encontro quem se aproxime, na solução, no impacto, do jogo peculiar de suas frases, de seus parágrafos.”
Paulo Scott

“Com esse seu afiado romance de estreia, Carlos Eduardo Pereira consegue mostrar, de forma vigorosa, a que veio.”
Folha de S. Paulo

Full Squad