Memórias de um antissemita,

Gregor von Rezzori

Histórias de um narrador alheio à barbárie que o cerca

O livro

Com o desmembramento da Monarquia habsburga, a aristocracia austríaca se vê privada de sua cidadania e, com ela, de sua identidade. Distantes da nova realidade, os personagens de Von Rezzori aferram-se aos valores herdados de um mundo desaparecido, assim como aconteceu com os judeus. Com uma prosa afiada, o autor constrói uma história poderosa, capaz de questionar a naturalização surda e acrítica de um injustificável sentimento de superioridade.

Por que publicamos

Um romance fundamental para compreender os rumos do século XX, mas ainda desconhecido no Brasil.

O autor

Gregor von Rezzori nasceu em 1914, na Bucovina. Ganhou notoriedade com sua coletânea de anedotas intitulada HISTÓRIAS MAGREBINAS. Passou a viver na Toscana, onde morreu em 23 de abril de 1998.

trecho

Trecho do livro

Meu pai odiava os judeus e o fazia sem qualquer exceção. Até mesmo os velhos humildes. Tratava-se de um ódio antiquíssimo, enraizado, transmitido de geração em geração, para o qual não era mais necessário apresentar qualquer tipo de justificativa. Qualquer motivo, até mesmo o mais absurdo, bastava para lhe dar razão. É evidente que ninguém mais acreditava que os judeus tivessem a ambição de dominar o mundo porque esse domínio lhes teria sido prometido, muito embora eles de fato estivessem se tornando cada vez mais ricos e cada vez mais poderosos, segundo se dizia, especialmente nos Estados Unidos. Mas histórias a respeito de uma ter [leia mais]

GÊNERO ficção
TRADUÇÃO Luis S. Krausz
CAPA Raul Loureiro
FORMATO 14 x 21 x 2,5 cm
PÁGINAS 416 PESO 0,520 kg
ISBN 978-85-93828-93-5
ANO DE LANÇAMENTO 2018

O que estão falando sobre o livro

“Um livro essencial para a compreensão concreta da gênese distante e aparentemente inócua do Mal supremo.”
Claudio Magris

Full Squad