Ilha de Sacalina,

Anton Tchékhov

O relato de um inferno

O livro

Um jovem médico empreende uma viagem até os confins da Rússia para documentar as terríveis condições de vida dos condenados a trabalhos forçados em uma ilha-presídio. Uma jornada extenuante e quase fatal que o fez regressar com um dos textos mais impressionantes da literatura de não ficção em todos os tempos. O relato de um inferno – cercado de água, frio e desumanidade por todos os lados.

Por que publicamos

Inédito no Brasil, o relato de Tchékov é uma contundente denúncia do sistema prisional russo do século XIX e um feito literário impressionante.

O autor

O russo Anton Tchékhov (1860-1904) escreveu contos, narrativas e algumas das mais sutis e penetrantes observações psicológicas do teatro ocidental em textos como A GAIVOTA, AS TRÊS IRMÃS e O JARDIM DAS CEREJEIRAS.

trecho

Trecho do livro

Já depois das oito horas, quando baixaram âncora, a taiga de Sacalina ardia em grandes fogueiras em cinco pontos, na margem. Através da escuridão e da fumaça, que se alastrava pelo mar, eu não via o cais nem as construções e mal conseguia distinguir as luzinhas embaçadas do posto da guarda, duas das quais eram vermelhas. O quadro terrível, grosseiramente feito de trevas, silhuetas de morros, fumaça, chamas e fagulhas em brasa, parecia uma cena fantástica. No plano esquerdo, erguia-se alto para o céu o clarão avermelhado de incêndios distantes; parecia que Sacalina inteira estava em chamas. À direita, a massa escura e pesada do Cabo [leia mais]

GÊNERO Não ficção
TRADUÇÃO Rubens Figueiredo
CAPA Ciça Pinheiro
FORMATO 14x21x2,9 cm
PÁGINAS 368 PESO 0,760 kg
ISBN 978-85-88808-09-6
ANO DE LANÇAMENTO 2018
Full Squad