A lanterna mágica de Mólotov,

Rachel Polonsky

Homenagem singular à história e à cultura russas

O livro

Ao se mudar para Moscou nos anos 1990, a jornalista Rachel Polonsky passa a viver em um edifício que abrigara Mólotov, carrasco aliado de Stálin. O apparatchik se revela um fervoroso bibliófilo, e em seu antigo apartamento a autora descobre uma extensa biblioteca e uma velha lanterna mágica, que a levam para uma viagem pela Rússia e sua história.

Por que publicamos

O livro evoca o espírito dos grandes artistas e o passado assombrado de um país devastado pela guerra, pela fome e pelo totalitarismo.

O autor

Rachel Polonsky colaborou com The Guardian e The Spectator, entre outras publicações. É autora de English Literature and the Russian Aesthetic Renaissance. Atualmente leciona estudos eslavos no Murray Edwards College.

trecho

Trecho do livro

Como Dostoiévski sabia, são os pensamentos e desejos de pessoas reais que dão às cidades sua forma e contorno. “A forma de uma cidade muda, infelizmente, mais rápido que o coração dos homens”, escreveu Baudelaire. E a forma de uma cidade não é menos desconcertante nem menos cheia de segredos e de vestígios de perdas. Cada lugar que explorei me levou em direção ao próximo destino, ao rumo de uma nova composição de paisa­gem, de política ou mito, que eu reuni neste caderno de viagens. Todas as minhas expedições foram sombras da busca por outras, algumas levando a lugares de exílio, investigação ou crimes, para fora das deterioradas pá [leia mais]

GÊNERO não ficção
TRADUÇÃO Sergio Mauro Santos Filho
CAPA Ciça Pinheiro
FORMATO 16x23x2,3 cm
PÁGINAS 368 PESO 0,470 kg
ISBN 978-85-88808-05-8
ANO DE LANÇAMENTO 2018
Full Squad